Alyan: uma vinícola familiar cheia de surpresas

Bem aos pés da Cordilheira dos Andes e a poucos quilômetros da capital Santiago, mais especificamente no Valle del Maipo, na região central, uma das mais importantes regiões produtoras de vinho do Chile, está localizada a vinícola familiar Alyan.

Uma vinícola pequena, considerada boutique, a Alyan oferece um tour bem diferente dos das vinícolas mais tradicionais que conhecemos. Isso você já nota quando chega em suas instalações e o guia da casa nos conta que ela nasceu da paixão que corre nas veias e nos genes de seus fundadores, o casal Alicia Balmaceda, neta do fundador da Viña Undurraga; e Andrés Pérez, neto de um importante viticultor do Valle del Maule.

Foi da junção dos nomes do casal, também, que surgiu o nome Alyan. E os donos são tão apaixonados pelo o que fazem que é na vinícola que está o casarão que a família vive, bem ao lado de sua extensa bodega.

Parte externa da Vinícola Alyan

O tour começa com uma caminhada pela parte externa do vinhedo, que é de tirar o fôlego de tanta beleza, até chegarmos à área de lazer, onde estão localizadas a piscina e a churrasqueira da família. Ao lado, nos sentamos para degustar o primeiro vinho, um branco refrescante que foi bem harmonizado com a tábua com queijos, salames, azeitonas e outras quitutes que chegaram à nossa mesa em uma linda apresentação.

De lá, seguimos para o mirador da vinícola e a vista lá de cima é indescritível. O guia te explica o porquê do Valle del Maipo ser tão renomado no quesito produção de vinhos de excelência, enquanto você fica abobalhado admirando as plantações de uvas bem aos pés da imponente cordilheira chilena.

Vista do mirador da vinícola Alyan

Seguimos para, finalmente, entrar na bodega da vinícola, onde podemos dizer que é onde o tour fica ainda mais mágico. Para começar, o guia nos ressaltou que tudo o que compõe o espaço foi feito na região, valorizando a capacidade dos trabalhadores locais, além de que cada objeto ali instalado possui um significado sentimental aos seus donos.

Enquanto nos informa como é o processo da produção dos seus rótulos, o guia nos mostra duas máquinas, uma de engarrafamento e outra de rotulação e nos conta que a vinícola produz 700 mil garrafas por ano, mas que o objetivo é expandir a sua participação de mercado, principalmente entre os brasileiros, já que seus rótulos, ainda, não chegaram ao Brasil. E é entre essa troca de informações que teremos a segunda degustação, o primeiro vinho tinto, um delicioso Carménère.

Entre uma informação e outra, e com os olhos em cada detalhe da adega de 4 andares, você será surpreendido ao entrar em um bar em forma de barrica, onde nos sentamos para falar mais sobre o terceiro vinho da degustação, um expressivo Merlot.

Bar em forma de barrica da vinícola Alyan

E quando você acha que não poderia ficar melhor, somos surpreendidos pela chegada do dono da vinícola, que nos guia ao que podemos dizer que será o auge do passeio: o pôr do sol contemplado diretamente da grande varanda do casarão. Sem dúvidas, você vai guardar na memória a experiência de vê-lo se escondendo atrás das montanhas andinas, tudo isso ao redor de plantações de vinhos de alta qualidade.

Alyan Sunset

Para finalizar o passeio, recebemos um jantar incrível e, claro, mais vinho. Aliás, vinho é o que nunca vai faltar na sua taça, já que a Alyan tem a proposta de que a experiência de quem a visita seja repleta de boa conversa enquanto degustamos seus rótulos mais expressivos.

Seleccionar moneda
USD Dólar de los Estados Unidos (US)